Por Marcos Furtado - Estagiário de Conteúdo

Você já reparou como o sinal de GPS fica enfraquecido em ambientes fechados? Isso acontece porque geralmente existe algum tipo de metal na estrutura de espaços como restaurantes, museus, shopping centers, etc. Para atender às demandas tecnológicas desses locais, foi criado o Beacon.

Preciso e prático, o pequeno dispositivo funciona como uma espécie de GPS INDOOR, capaz de localizar objetos em ambiente fechado. O processo acontece através da tecnologia Bluetooth Low Energy (BLE), que permite a comunicação do Beacon com aplicativos de smartphones e tablets. O BLE tem a vantagem de consumir menos energia que o Bluetooh comum e, por emitir ondas de rádio, alcançar de forma mais eficiente estruturas, como o concreto.

Para ter acesso à tecnologia Beacon, o usuário precisa ter o aplicativo do estabelecimento instalado e estar com o Bluetooth ligado. Uma vez que a comunicação é estabelecida, o sistema pode tomar ações mais passivas ou ativas. Veja o que acontece em cada uma delas:  

- Na ação passiva, o dispositivo armazena informações. Exemplo: o dono de um supermercado consegue saber quando o cliente passou pelo setor de beleza. No entanto, vale ressaltar que nenhum dado pessoal é enviado sem a autorização do usuário para o sistema.

- Na ação ativa, uma atividade é acionada no aplicativo do usuário. Entre outras funções, o sistema pode enviar notificações, mudar o estado do sistema, sugerir check-in em alguma rede social para o cliente, etc. Exemplo: o consumidor recebe a informação de que um tablet está com 25% de desconto.

Como o Beacon pode ser utilizado no mercado?

Muitas empresas já estão utilizando os beacons para ter um relacionamento mais próximo com os clientes. A seguir listamos alguns exemplos de aplicabilidade do dispositivo:

- A Apple já utiliza a tecnologia em suas lojas. Com as funções já embutidas na versão oficial da Apple Store para iOS, o aplicativo oferece toda uma camada extra de informações e serviços de uma unidade quando o usuário passa por uma loja física. Entre outras coisas, o cliente consegue saber as ofertas locais, tamanho da fila para ser atendido no Genius Bar, eventos, etc.

- O aplicativo da rede de varejo norte-americana, Walmart, foi atualizado, com o recurso de Beacon. Com a finalidade de enviar notificações customizadas para o cliente, o dispositivo foi espalhado estrategicamente pelas lojas, permitindo a identificação da preferência dos consumidores.

- No Brasil, a tecnologia foi utilizada no projeto da TagPoint em 2014. Aproveitando a data da Black Friday, onde o fluxo de clientes aumenta, a empresa espalhou Beacons em vários pontos do Moinhos Shopping de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Os consumidores receberam informações das lojas, além de dados como agenda cultural, cinema, banheiros e trocas de notas da promoção de Natal.

Além de ser vista como uma oportunidade de impulsionar o mercado, o Beacon fortalece a ideia de internet das coisas, revolução tecnológica que tem a finalidade de conectar itens do dia a dia à internet. Um grande passo com relação a esse conceito foi a criação dos aparelhos vestíveis, como o Google Glass e Smartwatch 2, da Sony.