The Black Madonna é vencedora do prêmio DJ do ano, em 2016, pela Mixmag, a maior e mais importante mídia mundial de música eletrônica. Além disso, a DJ de Chicago foi considerada artista do ano pela thump, sendo um expoente feminista e o melhor ícone do movimento gay no meio. Seu trabalho mistura techno, disco e house de forma elegante e a veterana DJ defende que faz música para todos, incluindo as mães que amamentam seus filhos, que, segundo ela, devem viver, sim, a experiência da cena eletrônica.