bannerockinrio.jpg

TITÃS

CONVIDAM

ANA CAÑAS, EDI ROCK & ÉRIKA MARTINS

Importante nome da cena rock brasileira, os Titãs subirão ao Palco Sunset para celebrar o reconhecimento de seus mais de 30 anos de carreira. A banda premiada que já faz parte da história do festival, levará suas composições para cantar em coro com a Cidade do Rock em mais uma apresentação inesquecível. Outros grandes cantores estarão no evento ao lado do grupo de rock, como a cantora Ana Cañas, famosa pela voz suave que entoa suas composições muito elogiadas pela crítica e pelo público. O talentoso rapper Edi Rock, integrante do Racionais MC’s, subirá ao palco com os artistas para tornar o encontro ainda mais animado. Érika Martins, ex-integrante da banda de rock Penélope, estouro da década de 2000, estará no time de peso do dia 28 de setembro.

Sobre Titãs  

Os Titãs são uma das bandas de rock mais reconhecidas do país. Estouro na década de 80, atualmente é formada por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Belloto, com apoio de Mário Fabre e Beto Lee. Em 1986, o disco “Cabeça de Dinossauro” caiu no gosto do público, e os Titãs ficaram conhecidos nacionalmente por suas letras políticas e seu estilo rock’n roll. A banda passou a fazer shows em todo o Brasil, e já estão em sua 22° turnê pela país, com seu show em formato intimista, “Titãs Trio Acústico”. Em sua carreira, produziram mais de 20 álbuns, com clássicos como “Homem Primata” e “Polícia”.  Foram de mais de 6 milhões de cópias vendidas. Os músicos já conquistaram importantes prêmios do mundo da música, como o Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock Brasileiro (2009), Melhor Grupo de Pop/Rock (1989, 2004, 2016) pelo Prêmio da Música Brasileira, entre muitos outros. O grupo esteve nas edições de 1991, 2011, 2012 (Lisboa), 2015 e 2017, entre baladas e canções em tom de protesto, fizeram shows marcantes para todas as idades.  

Sobre Ana Cañas 

Em 2007, Ana lançou seu primeiro álbum “Amor e Caos”. A cantora estreou no meio musical com muitos elogios da crítica e foi considerada a grande revelação musical daquele ano. Em 2008, Ana continuou conquistando o público e concorreu ao prêmio Multishow, na categoria Revelação. O segundo trabalho da artista “Hein?”, teve participações de peso, como Arnaldo Antunes e Gilberto Gil ao violão, e a canção “Esconderijo” virou tema de novela na época. Em 2012 lançou o álbum “Volta” , o disco transformou-se, posteriormente, no show e DVD ‘Coração Inevitável’ e contou com a direção e iluminação de Ney Matogrosso. Em 2015, Ana decidiu lançar seu primeiro trabalho totalmente autoral, com pegada mais rock, e o mais recente, o disco “Todxs”, de 2018,álbum independente, empoderado, feminista, com beats eletrônicos pesados e grooves sensuais. Produzido por Thiago Barromeo e Ana Cañas, o disco conta com as participações do rapper Sombra (SNJ) e do cantor Chico Chico. 

Sobre Edi Rock 

O cantor e compositor Edivaldo Pereira, ou Edi Rock, ingressou em 1988 no famoso grupo de rap formado na periferia de São Paulo: Racionais MC’s. Em sua carreira solo, paralela aos trabalhos com o grupo, o rapper lançou o álbum “Contra Nós Ninguém Será” (2013). Edi trouxe grandes nomes da música para compor as faixas, como Seu Jorge, Alexandre Carlo, do Natiruts e a cantora Flora Mattos, que agradou aos críticos e aos fãs que já acompanhavam seu trabalho com os Racionais. Neste ano, o single “Corre Neguim” que fez com Xande de Pilares, é um estouro nas redes e tem mais de 500 mil visualizações no YouTube.  

Sobre Érika Martins 

Érika Martins, ainda como integrante do extinto grupo de rock Penélope, fez uma participação no Rock in Rio na edição de 2001. Sua voz suave e cheia de personalidade conquistou o público e, após o término da banda, Érika começou a carreira solo e produziu mais três álbuns, sendo o último em 2013, com uma pegada de rock moderno que foi elogiado pelos críticos musicais. Atualmente, a cantora faz parte do projeto Lafayette & Os Tremendões, que faz releituras de música da Jovem Guarda, e é a vocalista da banda Autoramas, uma das mais importantes do segmento rock, com apresentações em grandes festivais pelo Brasil e uma marcada para Liverpool. Érika já foi indicada para o Grammy Latino, para o VMB da MTV e o prêmio Multishow (na categoria 'melhor cantora'). 

titas.JPG
ana canas.JPG
edi rock.jpg
Erika Martins com Titas.JPG