bannerockinrio.jpg

TITÃS

CONVIDAM

ANA CAÑAS, EDI ROCK & ÉRIKA MARTINS

Importante nome da cena rock brasileira, os Titãs subirão ao Palco Sunset para celebrar o reconhecimento de seus mais de 30 anos de carreira. A banda premiada que já faz parte da história do festival, levará suas composições para cantar em coro com a Cidade do Rock em mais uma apresentação inesquecível. Outros grandes cantores estarão no evento ao lado do grupo de rock, como a cantora Ana Cañas, famosa pela voz suave que entoa suas composições muito elogiadas pela crítica e pelo público. O talentoso rapper Edi Rock, integrante do Racionais MC’s, subirá ao palco com os artistas para tornar o encontro ainda mais animado. Érika Martins, ex-integrante da banda de rock Penélope, estouro da década de 2000, estará no time de peso do dia 6 de outubro.

Sobre Titãs  

Os Titãs são uma das bandas de rock mais reconhecidas do país. Estouro na década de 80, atualmente é formada por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Belloto, com apoio de Mário Fabre e Beto Lee. Em 1986, o disco Cabeça de Dinossauro caiu no gosto do público, e os Titãs ficaram conhecidos nacionalmente por suas letras políticas e seu estilo rock’n roll. A banda passou a fazer shows em todo o Brasil, e já estão em sua 22° turnê pela país, com seu show em formato intimista, “Titãs Trio Acústico”. Em sua carreira, produziram mais de 20 álbuns, com clássicos como Homem Primata e Polícia.  Foram de mais de 6 milhões de cópias vendidas. Os músicos já conquistaram importantes prêmios do mundo da música, como o Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock Brasileiro (2009), Melhor Grupo de Pop/Rock (1989, 2004, 2016) pelo Prêmio da Música Brasileira, entre muitos outros. O grupo esteve nas edições de 1991, 2011, 2012 (Lisboa), 2015 e 2017, entre baladas e canções em tom de protesto, fizeram shows marcantes para todas as idades.  

Sobre Ana Cañas 

Em 2007, Ana lançou seu primeiro álbum “Amor e Caos”. A cantora estreou no meio musical com muitos elogios da crítica e foi considerada a grande revelação musical daquele ano. Em 2008, Ana continuou conquistando o público e concorreu ao prêmio Multishow, na categoria Revelação. O segundo trabalho da artista “Hein?”, teve participações de peso, como Arnaldo Antunes e Gilberto Gil ao violão, e a canção “Esconderijo” virou tema de novela na época. Em 2012 lançou o álbum “Volta” , o disco transformou-se, posteriormente, no show e DVD ‘Coração Inevitável’ e contou com a direção e iluminação de Ney Matogrosso. Em 2015, Ana decidiu lançar seu primeiro trabalho totalmente autoral, com pegada mais rock, e o mais recente, o disco “Todxs”, de 2018,álbum independente, empoderado, feminista, com beats eletrônicos pesados e grooves sensuais. Produzido por Thiago Barromeo e Ana Cañas, o disco conta com as participações do rapper Sombra (SNJ) e do cantor Chico Chico. 

Sobre Edi Rock 

O cantor e compositor Edivaldo Pereira, ou Edi Rock, ingressou em 1988 no famoso grupo de rap formado na periferia de São Paulo: Racionais MC’s. Em sua carreira solo, paralela aos trabalhos com o grupo, o rapper lançou o álbum “Contra Nós Ninguém Será” (2013). Edi trouxe grandes nomes da música para compor as faixas, como Seu Jorge, Alexandre Carlo, do Natiruts e a cantora Flora Mattos, que agradou aos críticos e aos fãs que já acompanhavam seu trabalho com os Racionais. Neste ano, o single “Corre Neguim” que fez com Xande de Pilares, é um estouro nas redes e tem mais de 500 mil visualizações no YouTube.  

Sobre Érika Martins 

Érika Martins, ex-integrante do extinto grupo de rock Penélope fizeram uma participação no Rock in Rio na edição de 2001. Sua voz suave e cheia de personalidade conquistou o público e, após o término da banda, Érika começou a carreira solo e produziu mais três álbuns, sendo o último em 2013, com uma pegada de rock moderno que foi elogiado pelos críticos musicais. Atualmente, a cantora faz parte do projeto Lafayette & Os Tremendões, que faz releituras de música da Jovem Guarda, e é a vocalista da banda Autoramas, uma das mais importantes do segmento rock, com apresentações em grandes festivais pelo Brasil e uma marcada para Liverpool. Érika já foi indicada para o Grammy Latino, para o VMB da MTV e o prêmio Multishow (na categoria 'melhor cantora'). 

titas.JPG
ana canas.JPG
Erika Martins com Titas.JPG
edi rock.jpg